All for Joomla All for Webmasters

Apresentação

O Congresso Norte-Mineiro de Pesquisa em Educação/COPED-NM é um evento proposto no ano de 2009, que tem sido realizado com periodicidade anual por professores do Departamento de Métodos e Técnicas Educacionais da Unimontes. O evento tem mobilizado a comunidade acadêmica da região Norte Mineira e constitui-se como espaço para socialização de pesquisas e intercâmbio acadêmico-científico com outros centros de pesquisa do estado e do país. Quando de sua proposição, o congresso coadunou-se com a necessidade de se construir condições operacionais e acadêmicas para a implantação de Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação. E assim, a cada ano, a sua realização tem possibilitado o diálogo interdisciplinar entre pesquisadores, professores e acadêmicos de diferentes licenciaturas da própria Unimontes e de outras instituições universitárias. Consolidando-se como espaço de discussões e reflexões, o congresso tem produzido a convergência de olhares sobre a pesquisa em educação e a formação de professores e pesquisadores. 

Em 2016, o congresso elegeu a formação docente como eixo de discussão, dada a urgência de se produzir reflexões capazes de apontar alternativas para os problemas que historicamente desafiam as instituições que ofertam licenciaturas e se dedicam a formar professores. São inúmeras as demandas, que exigem repensar as licenciaturas, reorientar o pensar e o fazer pedagógico, enfrentar os desafios que emergem no espaço da formação docente, como a expansão inconsequente da oferta de ensino na modalidade a distância; a precarização e o aligeiramento da formação; a evasão de licenciandos, o desinteresse pela profissão docente, que tem se mostrado incapaz de atrair os melhores estudantes para a docência na Educação Básica; a discrepância entre as escolas públicas que, em condições semelhantes, produzem resultados distintos em relação à aprendizagem de seus alunos; a desvalorização do atividade profissional docente, dentre outras questões emergentes neste cenário. 

Ao mesmo tempo, faz-se necessário pensar alternativas, que possam sinalizar para a qualidade da formação de professores, implementando ações que possam: incorporar as tecnologias da informação e da comunicação/TIC no desenvolvimento da educação; construir qualidade das práticas que ocorrem na Educação Básica, não negligenciando questões emergentes, como a produção de condições para a alfabetização plena e o letramento de nossas crianças e jovens, a adequação de práticas voltadas para as pessoas do campo e para as crianças da educação infantil. Ainda se faz urgente tematizar a valorização docente como ação que ultrapassa a questão salarial e se inscreve no âmbito da produção de ações que produzam a educação como profissão essencial à construção de uma sociedade justa e democrática. 

Dentre esses desafios, é essencial que as escolas brasileiras criem condições para impedir que criança freqüenta a escola o faça sem a garantia de aprendizagens fundamentais e básicas, como a alfabetização e o letramento. É inadimissível que criança matriculada nos anos iniciais e no ciclo de alfabetização não aprenda, sendo que, a não superação destas dificuldades iniciais gera uma situação em que, com o passar dos anos, aprenderão cada vez menos por não dominaram conhecimentos e habilidades básicas, necessárias para alicerçar a aquisição de novos saberes. Ainda é urgente e necessária a convivência com a diversidade, a tolerância e o respeito às pessoas; a construção de relações éticas, o convívio com a diversidade cultural, etnicorracial, religiosa, entre outras. 

Na esteira dessas questões contemporâneas, o VIII COPED-NM abrirá espaço para o debate e a reflexão crítica, de forma que graduandos, professores e outros profissionais da educação possam intercambiar ideias e experiências, ampliar conhecimentos, discutir alternativas de atuação teoricamente fundamentadas e politicamente engajadas com a construção da qualidade da educação, compreendida como importante instrumento de cidadania.